MENU
cm-condeixa.pt / notícias / Exposição 'Vergílio Correia 1888-1944: um olhar fotográfico' chega a Santiago do Cacém
28 de Março de 2019

Exposição 'Vergílio Correia 1888-1944: um olhar fotográfico' chega a Santiago do Cacém

Apresentada pela primeira vez em Condeixa, em 2016, a exposição itinerante "Vergílio Correia 1888-1944: um olhar fotográfico”, a partir do arquivo de fotografias em chapa de vidro do autor, instalou-se no Museu Municipal de Santiago do Cacém, até 30 de abril.

Esta exposição temporária e itinerante, apresentada e inaugurada em Santiago do Cacém no passado dia 23 de março, foi produzida pelo Centro de Estudos Vergílio Correia, Câmara Municipal de Condeixa, Associação Ecomuseu de Condeixa, entre outras entidades, no âmbito do programa de ações do Movimento para a Promoção da Candidatura de Conimbriga a Património Mundial da UNESCO.

A mostra é composta por 36 ampliações fotográficas, grande parte delas dedicadas à valorização do património cultural de Portugal, a partir do vasto acervo da autoria de Vergílio Correia guardado pela família ao longo de quase um século.

A exposição apresenta-se como um tributo a um dos maiores vultos da cultura portuguesa do século XX que percorreu o país para retratar e documentar o seu património cultural, destacando-se nos domínios da Arqueologia, História da Arte e Etnografia.

Considerado um “descobridor” de Conimbriga, Vergílio Correia Pinto da Fonseca nasceu em Peso da Régua no dia 19 de Outubro de 1888 e faleceu precocemente em 3 de junho de 1944, em Coimbra, onde era docente na Universidade desde 1921.

A exposição "Vergílio Correia 1888-1944: um olhar fotográfico” foi concebida no âmbito do Colóquio de História, História da Arte, Etnografia, Geologia, Etnografia e Geografia Vergílio Correia in Memoriam, realizado em fevereiro de 2016, em Condeixa, onde foi apresentada, pela primeira vez, no Museu PO.RO.S – Portugal Romano em Sicó.

Posteriormente, a exposição já passou pelo Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa, Galeria do Museu Regional de Beja, Centro de Interpretação do Megalitismo, em Mora e Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos, encontrando-se atualmente no Museu de Santiago do Cacém.

Ainda este ano, a mostra deverá ser exposta na Casa do Alentejo, de maio a junho e no Museu de Conimbriga, de julho e agosto. Seguir-se-á o Museu do Douro, Museu de Lamego e o auditório da Câmara Municipal de Peso da Régua, terra natal de Vergílio Correia.

Através desta itinerância, os promotores da exposição pretendem recolher apoios para proceder à identificação da coleção de 971 negativos em chapa de vidro, datados de 1915 a 1925, da coleção particular da família de Vergílio Correia, cedidas ao Centro de Estudos, em Condeixa-a-Nova. Atualmente, mais de duzentas imagens já se encontram identificadas.

ARQUIVO

mais notícias relacionadas com Cultura
CASA MUSEU FERNANDO NAMORA

Largo Artur Barreto
3150-140
Condeixa-a-Nova

Tel. 239 940 146

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO
PARTICIPE!

Orçamento Participativo de Condeixa-a-Nova

WWW. opcondeixa.pt

AGENDA 21 LOCAL
SUSTENTABILIDADE

Gestão partilhada e sustentável do futuro do município de Condeixa-a-Nova.

WWW. agenda21condeixa.com

FARMÁCIAS 24H

  • Farmácia Rocha

    Praça da República Condeixa-a-Nova Tel.: 239941301

    + INFO