MENU
cm-condeixa.pt / notícias / 'Histórias da Vila' regressam a 19 de novembro
14 de Novembro de 2017

'Histórias da Vila' regressam a 19 de novembro

É já no próximo domingo que se realiza o oitavo passeio do Histórias da Vila. As inscrições já se encontra abertas no site da Autarquia. A freguesia do Zambujal vai dar-se a conhecer a todos os participantes.

Antes de ir para férias, o “Histórias da Vila” dedicou a sua sétima viagem ao Sebal, procurando os vestígios e desvendando as histórias por detrás das muitas “Quintas e Casas Senhoriais” desta antiga freguesia de Condeixa-a-Nova.

O Sebal foi um dos primeiros lugares do país a erigir a sua Casa do Povo, ainda em 1934. Foi esse o ponto de partida escolhido para mais uma viagem de tuk tuk, com a duração aproximada de uma hora, e que contou com meia centena de participantes, interessados em descobrir um pouco mais acerca destes lugares, gentes e tradições.

Historicamente, o Sebal terá uma fundação bastante remota. A mais antiga referência que se lhe faz data de 1149, sob a forma de «Senabal», e já se regista como paróquia em 1240, grafando-se «Seabal». É de crer que este topónimo procede, como tantos outros, da flora local e mais concretamente do nome latino da mostardeira (sinapi), significando mostardal ou sítio onde crescem mostardeiras.

Da Casa do Povo, avançou-se até ao lugar do Moinho da Palha. Ficou clara a ligação com o percurso anterior, integralmente dedicado a estes engenhos, e mais uma vez se comprovou que os moinhos deixaram muitas marcas na paisagem e na toponímia locais.

Um conjunto muito significativo de casas solarengas – a Casa Pinheiro, a Casa Xavier ou a Casa dos Matos – está situado ao longo da estrada que atravessa o Sebal. Sob a orientação de Rosário Grilo, da Associação Sempre a Aprender, ficaram a conhecer-se vários dados históricos sobre estes edifícios. Os participantes tiveram ainda a possibilidade de conhecer a antiga Quinta da Arrocha e de visitar a sua capela, de invocação à Senhora da Conceição.

O percurso contemplou uma última paragem na Igreja Matriz, consagrada a S. Pedro e objeto de obras de recuperação muito recentes. Helena Almeida Diogo, proponente do projeto de recuperação da Igreja ao Orçamento Participativo, conduziu a visita ao templo, pondo em evidência o valor arquitetónico e artístico de um monumento classificado como imóvel de interesse público e com mais de 770 anos de história.

No final do percurso, os participantes reuniram-se para um momento de convívio. À mesa, uma mostra de produtos característicos do concelho, como a famosa escarpiada ou o licor de leite.

As inscrições estão abertas aqui.

ARQUIVO

mais notícias relacionadas com Cultura
PO.RO.S
PORTUGAL ROMANO EM SICÓ

Ocupa a antiga casa solarenga da Quinta de São Tomé, classificada como Valor Concelhio.

VER MAIS

CASA MUSEU FERNANDO NAMORA

Largo Artur Barreto
3150-140
Condeixa-a-Nova

Tel. 239 940 146

AGENDA 21 LOCAL
SUSTENTABILIDADE

Gestão partilhada e sustentável do futuro do município de Condeixa-a-Nova.

WWW. agenda21condeixa.com

FARMÁCIAS 24H

  • Farmácia Anobra

    Rua da Republica, 7 Anobra Tel.: 239943320

    + INFO
  • Farmácia Conimbriga

    Estrada Nacional 342, Rua Principal , 26 Ega Tel.: 239948542

    + INFO