MENU
cm-condeixa.pt / poseur

Portugal 2020

Elaboração de Cadastro das Infraestruturas Existentes nos Sistemas em Baixa de AA e SAR

Elaboração de Cadastro das Infraestruturas Existentes nos Sistemas em Baixa de AA e SAR

Portugal2020
 

CÓDIGO DO PROJECTO
POSEUR-03-2012-FC-000125

Região de intervenção
CENTRO – Região de Coimbra

Entidade beneficiária

Município de Condeixa-a-Nova

Objectivo principal

Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

Custo total elegível

284.445,45 EUR

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA

Fundo de Coesão– 241.778,63 EUR

Objetivos, atividades e resultados esperados/ atingidos

A operação consiste na elaboração do cadastro das infraestruturas existentes “em baixa” de Abastecimento de Água (AA) e Saneamento de Águas Residuais (SAR), com extensão de 293km e 120,5km, respetivamente.
A elaboração do cadastro será efetuada tendo em conta os termos de referência constantes no Aviso de candidatura.
A operação contempla ainda uma plataforma SIG que possibilite uma gestão integrada, abrangente e eficiente de toda a rede de AA e SAR “em baixa” e o conhecimento integral de toda a infraestrutura.
Com a sua implementação pretende-se alcançar os seguintes objetivos:

  • Elaboração do cadastro das infraestruturas existentes do sistema de abastecimento de água (AA) e saneamento de águas residuais (SAR) em baixa, com vista à obtenção de informação que permita uma gestão eficiente do ciclo urbano de água;
  • Garantir um “Índice de Conhecimento Infraestrutural e Gestão Patrimonial” disponibilizado pela ERSAR, nos sistemas de AA e/ou SAR de pelo menos 40 pontos;
  • Melhorar os níveis de eficiência operacional das entidades gestoras das redes de abastecimento da água (AA) e saneamento de águas residuais (SAR), nomeadamente através de uma gestão eficiente dos ativos, bem como responder à evolução das exigências técnicas e às melhores técnicas ambientais disponíveis;
  • Controlo e redução das perdas, bem como de afluências indevidas registadas na rede de abastecimento de água (AA);
  • Fortalecer os modelos de governação para garantir o acesso equitativo à água e ao saneamento;
  • Garantir uma atempada reabilitação dos ativos que compõem a rede, na medida em que atualmente existe uma insuficiente resposta a esta situação, o qual implica repercussões negativas no desempenho do setor;
  • Assegurar um incremento da recuperação de gastos do município que, garantam a sua sustentabilidade económica e financeira, bem como a sustentabilidade social destes serviços;
  • Implementar abordagens inovadoras que promovam a sustentabilidade do setor nomeadamente através da implementação de um SIG.

Resultados Esperados: